sexta-feira, 18 de março de 2011

Abri os olhos.


Sabe, chega um momento da sua vida que você cansa... cansa de pessoas falsas, falsos sentimentos, falsa alegria, falsa companhia. E percebe que aquelas pessoas que estavam ao seu lado à todo tempo não eram na verdade amigos, e sim pessoas interesseiras, que te queriam apenas quando precisavam de alguma ajudinha. 
E com mais o passar o tempo, você muda suas escolhas, os sentimentos se organizam, mudam-se as prioridades, suas atitudes e percebe que aquelas pessoas simplesmente não se encaixam mais na sua vida. Porque você cresce, erra, aprende, amadurece e entende que amigos de verdade não te procuram apenas quando querem algum favor.
E hoje, eu posso dizer que eu sei quem me faz bem e quem absolutamente não me faz nada. Posso contar nos dedos os amigos que tenho agora, e olha que em apenas uma das mãos. Mudei sim, e nem todos me acompanharam porque não preciso de pessoas falsas pra viver bem, sou grata à aqueles poucos que me acompanharam e me apoiaram, porque quando o assunto é amizade, mas vale qualidade do que quantidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário